ACESSE O SEU CONDOMÍNIO

Segurança no trabalho: benefícios ao empregado e redução de custos ao empregador

A segurança no trabalho é um conjunto de normas, atividades, medidas e ações preventivas praticadas para melhorar e garantir a segurança dos ambientes e campos de trabalho. A Segurança do Trabalho também atua na prevenção de doenças ocupacionais e acidentes de trabalho, além de proteger a integridade física do trabalhador.

O setor de construção civil, mesmo na pandemia em que houveram diversos setores impactados negativamente, não seguiu o mesmo caminho tendo um crescimento que subiu de 2,5% para 4%. O setor oferece diversos desafios e a segurança no trabalho construtoras é uma delas já que é preciso um intenso trabalho de educação tanto para com os trabalhadores que muitas vezes possuem baixo nível de escolaridade como por parte das empresas que precisam garantir que as condições ofertadas são dignas para mantê-los saudáveis e seguros de acidentes que muitas vezes podem ser fatais. Confira neste artigo a importância da segurança do trabalho tanto para o empregado como para as empresas.

O que é segurança do trabalho? 

A segurança do trabalho possibilita que através de conhecimento científico e algumas técnicas, acidentes e doenças decorrentes do trabalho sejam evitadas para que o processo produtivo possa ocorrer normalmente e sem impactar a vida e saúde dos trabalhadores. Afinal, é muito melhor gastar em ações preventivas para lucrar no futuro do que ter gastos que poderiam ser evitados e que são onerosos como novas contratações, processos judiciais, parar a produção etc. 

No Brasil, a segurança do trabalho é regida por Normas Regulamentadoras que são decretos e portarias muito usados como base para o trabalho e o exercício das atividades profissionais. O dimensionamento da equipe varia de acordo com o número de empregados e o grau de risco da empresa.

Quais são os objetivos da segurança do trabalho?

A segurança do trabalho tem diversos objetivos num ambiente de trabalho como garantir qualidade de vida aos colaboradores, evitar acidentes e doenças ocupacionais (lesão, dor no corpo, limitação em atividades do cotidiano de forma temporária ou permanente). 

Os objetivos podem acabar variando dependendo do setor da empresa mas existem vários fatores em comum como 

  • reduzir acidentes e doenças relativas ao ambiente de trabalho; 
  • definir a responsabilidade do empregador para eliminar condições que possam gerar insegurança ou irresponsabilidade na execução do trabalho;
  • tem o mais objetivo de prevenir os trabalhadores, focando em sua saúde;
  • garantir que equipamentos de proteção individual (EPI) estejam em bom estado, inclusive realizando diversas checagens para garantir isso;
  • realizar cursos, workshops, palestras entre outras atividades educativas para que o trabalhador saiba sobre boas práticas de segurança do trabalho;
  • obrigatoriedade em seguir algumas condições estipuladas na legislação vigente e os requisitos legais que a compõe;

Alguns motivos para investir em segurança do trabalho

A falta de segurança no trabalho construtoras pode acabar gerando diversos custos não previstos para a empresa como danos na saúde e qualidade de vida dos trabalhadores, impacto na produção e desenvolvimento de obras e muito mais. 

A segurança do trabalho diminui a possibilidade de multas causadas pelo não cumprimento da legislação trabalhista, além de prevenir acidentes que podem ser onerosos ao processo produtivo. Confira abaixo alguns dos benefícios:

Manutenção da produtividade

Sempre que ocorre um acidente que necessita de substituição do trabalhador, independente  do seu cargo, acaba sendo um processo muito oneroso pois o novo trabalhador precisará ser treinado e se adaptar a função, muitas vezes diminuindo o ritmo de produção pré-estabelecido e isso pode ser evitado prevenindo acidentes.

Aumento na motivação

Uma empresa que investe na saúde,segurança e qualidade de vida de seus empregados sempre contará com um ambiente mais motivado e engajado. Portanto, investir na segurança no trabalho das construtoras pode melhorar o desempenho e satisfação de todos os envolvidos, além dos próprios funcionários buscarem prevenir acidentes e orientar melhor seus colegas. 

Preservação da imagem da empresa

Investir na segurança no trabalho das construtoras também serve para que clientes, fornecedores e órgãos governamentais possam dar mais credibilidade e inclusive contratar sua empresa por isso. Empresas em que há recorrência de acidentes do trabalho seja por negligência ou displicência podem acabar sendo mal vistas e inclusive sofrendo medidas judiciais onerosas. Principalmente hoje, com as redes sociais e o compartilhamento de informações, uma imagem errônea é propagada de maneira quase que imediata e com grandes proporções, podendo causar grandes estragos na reputação.

Reduzindo custos na empresa

A segurança no trabalho é muito importante pois não somente preserva a saúde e qualidade de vida mas pode evitar grandes prejuízos para a empresa. A segurança no trabalho das construtoras é especialmente cara pelo alto custo de equipamentos envolvidos no processo. Confira alguns dos prejuízos que a falta de segurança no trabalho podem ocasionar:

Multas e encargos

Alguns acidentes de trabalho por estarem previstos em lei e se forem constatados que ocorreram por falta de segurança no trabalho das construtoras, caso ocorram, podem acabar gerando multas e encargos para a empresa. Além disso, a empresa provavelmente precisará contratar um trabalhador temporário para substituir o empregado acidentado, trazendo mais custos não previstos. 

Danos aos ativos empresariais

Qualquer acidente implica em risco tanto para o trabalhador como para instalações, equipamentos e o ambiente produtivo da empresa. Alguns desses danos podem acabar fazendo com que a empresa precise substituir peças ou máquinas, dando prejuízo tanto na produção como financeiro. Dependendo da máquina e tecnologia envolvida, essa substituição de peças pode demorar meses além do alto custo logístico de manutenção e substituição. 

Evitar paralisações na produção

Dependendo do tipo de acidente, diversos setores podem acabar sendo impactados. Quando há um acidente grave é bem possível que o processo produtivo seja paralisado em função de necessitar ser realizado uma perícia para checar o dano seja ao trabalhador, ao equipamento ou também pelas instalações ambientais. No caso de indústrias ou empresas do setor produtivo essa parada pode gerar prejuízo pois acarretará na parada temporária da produção, possíveis horas extras para compensar o tempo perdido etc.

Redução das ações judiciais

As ações judiciais acabam tendo um custo bastante significativo pois envolvem honorários advocatícios, despesa do processo e com perícias além do possível pagamento de indenizações caso a justiça constate que houve danos à saúde do trabalhador. As ações judiciais também não são bem vistas pela sociedade e mercado e por isso devem ser evitadas.

Rinaldo Câmara
Sócio-Diretor na LSC Administradora.
Atua há mais de 19 anos na administração de condomínios através de uma gestão estratégica e assertiva. Atua também como sindico profissional, administrando, gerenciando equipes e treinando profissionais da área.

Categorias: Condomínios

LSC Guarulhos

                      R Antônio Rabello, 222
Edifício Giovanni Work Center
Vila Galvão
Guarulhos - SP

LSC São Paulo

Rua Vergueiro, 2087 -
1° andar - Cj. 101 - Vila Mariana
São Paulo - SP
Fone: (11)2475-3150

Contate-nos