ACESSE O SEU CONDOMÍNIO

Qual a importância da administração escolar na educação

As pessoas que trabalham na administração escolar são de extrema importância para ser um ambiente proveitoso e próspero. Mas ninguém faz uma instituição ser tão reconhecida como os alunos e administradores dela.

A administração escolar é de extrema importância para que tudo corra bem dentro desses muros com tantas personalidades, dificuldades, etc. Por isso, a função do administrador é tão essencial e importante para um cenário de escola ou colégio.

A administração tem ligação direta com o ensino? 

Um administrador escolar tem como principal objetivo dar a garantia de que os setores de toda a instituição irão funcionar em perfeita harmonia.

Deste modo, a administração escolar é responsável pela área financeira, área de marketing, área de ensino pedagógico e outras, que estão totalmente ligadas umas às outras, sendo um só, a instituição de ensino.

 Uma administração escolar de qualidade, interfere e reflete totalmente na forma que o ensino é passado, na qualidade e em como os alunos serão educados no todo. Visto que, para ter uma escola e uma administração de qualidade é preciso que todos trabalhem alinhados.

O que seria uma administração escolar?

Mas o que uma administração escolar tem de importante?  De forma geral, a administração vai coordenar tarefas e recursos para que assim seja atingido as metas. Segue algumas das funções de uma administração escolar:

  • cuidar da capacitação do corpo docente;
  • fazer análises financeiras e definir orçamentos;
  • acompanhar o desenvolvimento do planejamento pedagógico anual;
  • garantir a boa manutenção das instalações físicas da instituição de ensino;
  • delegar tarefas etc. 
  • ser a ponte de comunicação entre a sociedade acadêmica e a comunidade externa;

O setor administrativo é o centro de um colégio e escola (ou qualquer outra instituição, visto que todas elas precisam de administração), e é a partir desse setor que todas as outras atividades serão desenvolvidas.

Durante o longo do tempo, a administração escolar no Brasil sofreu algumas alterações.

Teve o Enfoque Jurídico onde possui uma administração extremamente normativa e vinculada às regras de Direito. Passando para o Enfoque Tecnocrático que tinha como foco a resolução prática dos problemas, focando na racionalidade e produtividade. O Enfoque Comportamental foi o seguinte período que teve como ênfase as relações interpessoais e com uma extrema valorização dos trabalhadores da área educacional.

Passou pelo Enfoque Desenvolvimentista, em que todo o processo administrativo ocorria considerando as necessidades da nação e as regras ditas pelo governo. O próximo passo da administração foi o Enfoque Sociológico, que era embasado em três direcionamentos básicos: política, sociologia e antropologia. Até chegar na administração com o Enfoque Cultural, em que trabalha a administração escolar com uma visão da totalidade, considerando aspectos técnicos interpessoais.

Mas qual a diferença entre a gestão e administração escolar? 

 A administração escolar tem um relacionamento direto com o planejamento técnico voltado para objetivos e alcance de metas. Por outro lado, temos também a gestão escolar com um enfoque mais comportamental, dando ênfase na Inter pessoal dos funcionários para atingir os objetivos.  A administração escolar e a gestão escolar são complemento um do outro.

O planejamento educacional + administração 

Até o momento, com o conteúdo apresentado é possível verificar a importância do setor da administração em instituições. Mas, é importante ressaltar alguns pontos específicos em que o papel do administrador faz toda diferença. O planejamento educacional é um deles.

Anualmente, o administrador deve coordenar todas as atividades que vão ocorrer na instituição, das práticas pedagógicas aos eventos acadêmicos. Deste modo, vai ser possível que as atividades fluam tranquilamente.

Para que tudo dê certo, deve o administrador reúna os funcionários da escola ou colégio e debata sobre as ações que serão realizadas ao longo do ano letivo. Deste modo, os professores têm que apresentar quais os métodos que vão aplicar em suas aulas em sala, e explicar se tem ou não a necessidade de algum recurso que seja específico.

Com relação ao setor financeiro, o administrador precisa verificar o que será necessário para a realização das práticas pedagógicas e que tudo corra bem.

 E junto a isso, analisar também os gastos que a instituição de ensino vai poder arcar naquele momento.

Deve-se planejar também, em meio a tudo, a necessidade de realizar e planejar os eventos acadêmicos, verificar a necessidade de possíveis visitas técnicas, verificar quais os horários de intervalo devem ser estabelecidos, verificar a disponibilidade e quadro de professores para que daí se verifique também a contratação de novos professores.

Tudo que foi citado acima, faz parte de tudo que um administrador escolar precisa realizar em meio a um planejamento educacional.

As leis do ensino junto à administração 

E para que aconteça um bom planejamento educacional, deve a equipe de administração escolar conheça bem as leis que abrangem o ensino no Brasil.

Até porque são muitas as leis relacionadas à administração existentes e com regras que devem ser seguidas.

Existem duas principais, entre elas, a Lei Nº 13.005/2014, que apresenta o Plano Nacional de Educação, e a Lei Nº 9.394/1996, que trata das diretrizes e bases da educação nacional.

As duas falam de informações indispensáveis para os colégios e escolas do Brasil, sendo eles de rede pública ou privada. Pois, é de extrema importância uma ação e projeto pedagógico ou administrativa que concordem com as leis. Se não, as instituições devem sofrer com multas, interdição de funcionamento e sanções.

Deste modo, o administrador deve estar atualizado de todos os aspectos que a legislação da educação disponibiliza. E só assim, conseguirá construir estratégias em escolas e colégios para valorizar e qualificar o ensino desses. E também, contribuir com o desenvolvimento da instituição.

Programa SEB 

A administração escolar também tem a função de preencher o SEB (Sistema Educacional Brasileiro).  Que se trata de um cadastro governamental federal, em que precisa conter todas as instituições de nível básico e superior. Com a disponibilidade de dados como o corpo docente da instituição, históricos dos estudantes que já passaram, número de matrículas realizadas a cada ano e entre outras informações que serão preenchidas a mais.  Tudo isso deve ser atualizado na plataforma do governo e constantemente, para ser compartilhado com os outros órgãos de administração pública. O SEB tem como uma finalidade bem expressiva, servir de base para a implantação de monitoramento de políticas públicas. Essa é uma das finalidades do SEB.

Rinaldo Câmara
Sócio-Diretor na LSC Administradora.
Atua há mais de 19 anos na administração de condomínios através de uma gestão estratégica e assertiva. Atua também como sindico profissional, administrando, gerenciando equipes e treinando profissionais da área.

Categorias: Escolas

LSC Guarulhos

                      R Antônio Rabello, 222
Edifício Giovanni Work Center
Vila Galvão
Guarulhos - SP

LSC São Paulo

Rua Vergueiro, 2087 -
1° andar - Cj. 101 - Vila Mariana
São Paulo - SP
Fone: (11)2475-3150

Contate-nos