ACESSE O SEU CONDOMÍNIO

Gestão Escolar: O que mudou com a pandemia?

Sem dúvida, desde o advento da EAD, a gestão escolar na pandemia mudou diversos aspectos do cotidiano, num cenário onde os professores tiveram que repensar e ajustar seus planos, cursos e trabalho diário. Mas não são apenas professores. “Nossa diretora fica encarregada das diferentes secretarias da escola e a carga horária é muito grande, pois em uma situação muito caótica, precisamos assumir responsabilidades de todos os lados”, de acordo com uma pesquisadora, atuante nas escolas municipais do interior de São Paulo.

Segundo o conselho de docentes da região, atuar como docente ou no setor administrativo de uma escola no ambiente atual é trabalhar em um pit de Fórmula 1, onde a tarefa é trocar os pneus do carro para se mudar com ele. Precisa se adaptar continuamente e a atividade não para. Para entender como suas vidas diárias mudaram desde o início da pandemia em março de 2020, entrevistamos quatro diretores de escolas públicas. Entenda os seis pontos mais citados nos aspectos relacionados aos desafios da gestão escolar na pandemia, que acabaram por comprovar a patente necessidade de empresas para fazer essa gestão de maneira adequada.

O número de reuniões dobrou

Graças a instabilidade do cenário atual do mundo, tornou-se necessária a ampliação do número de reuniões feitas entre os professores e toda a equipe da escola. Isso porque o plano pedagógico enfrenta um período de dificuldades e incertezas, fazendo com que seja necessária uma rotina de mudanças e adequações ao chamado “novo normal”. Embora o país e o mundo passem por um período considerado estável, o número de reuniões continua alto, se levarmos em consideração o mesmo período antes da pandemia.

Entretanto, cabe ressaltar um ponto positivo que essa dinâmica relativa às reuniões proporcionou, que foi uma maior integração por parte dos pais, onde houve um aumento considerável em sua participação, de modo que eles estão acompanhando de perto o desenvolvimento dos seus filhos. Portanto, não houveram apenas mudanças ruins, mas, também, alguns pontos positivos em relação às mudanças na gestão escolar na pandemia.

Mudanças na rotina e no expediente escolar

Como sabemos, o expediente escolar é algo bastante longo, onde muitas vezes acaba por exceder o horário pré-definido. Isso acontece principalmente em escolas públicas, onde o fluxo de alunos é muito grande e às vezes é necessário ter um acompanhamento um pouco mais próximo desses alunos. Porém, a gestão escolar na pandemia fez com que essa rotina e esse expediente se tornassem ainda mais longos, visto que grande parte dos compromissos estão sendo feitos de forma online, através das reuniões virtuais.

Com isso, muitas dúvidas podem surgir por parte dos alunos, de modo que procuram os professores para tirar essas dúvidas e ajudá-los em tarefas de casa. Dessa forma, o corpo docente da escola se envolve de forma mais aprofundada nas relações com esses alunos, seja nas correções de atividades, seja na ajuda e em reuniões com os pais.

Reestruturação na comunicação com a comunidade 

Com a pandemia, a forma de comunicação com a sociedade foi obrigada a mudar e enfrentar diversos desafios, visto que não haveria mais aquele contato próximo entre a escola e a comunidade, o que obrigou a escola a pensar em meios de fazer uma reestruturação através de projetos e outros incentivos, para que cada vez mais houvesse essa aproximação entre a comunidade escolar e a sociedade.

Muitas pessoas passaram a acreditar que a pandemia iria colocar à prova o relacionamento não só com a comunidade, mas, também, nas relações interpessoais da sociedade como um todo, dificultando o contato e fazendo com que as diferenças se tornem ainda mais evidentes. Porém, como sabemos, ocorreu exatamente o contrário do que as pessoas achavam, onde foi possível criar um sistema integrado e acessível a todos os públicos, de modo que foi possível unir a comunidade e a escola, assim como os pais de alunos.

Embora a comunicação com a sociedade fora do ambiente escolar sempre existiu, graças a pandemia e os efeitos causados por ela, essa comunicação sofreu grandes mudanças, principalmente em relação à participação dessas pessoas em projetos trazidos pelos alunos. Portanto, embora seja possível citar diversos pontos negativos, também podemos citar pontos positivos em relação à pandemia e seus impactos nas relações interpessoais. Assim, a gestão escolar na pandemia permitiu uma maior integração entre a comunidade e a escola.

Diminuição no uso dos recursos financeiros

A gestão escolar na pandemia permitiu uma diminuição no uso dos recursos financeiros da instituição, visto que as escolas estavam fechadas, portanto, não há o que se preocupar com a merenda, energia, água, entre outros recursos consumidos na escola. Portanto, outro impacto positivo foi a larga utilização de meios tecnológicos para lecionar as aulas, fazendo com que os recursos limitados fossem deixados de ser utilizados, permitindo alocar esses recursos em outras áreas.

Porém, não significa dizer que esses recursos podem ser utilizados de maneira aleatória e sem qualquer justificativa. Pelo contrário, com mais recursos disponíveis, é necessário adequar a gestão escolar na pandemia para fazer o uso correto desses recursos, de modo que sejam utilizados da melhor maneira possível. Com isso, resta evidenciada a necessidade de uma empresa capaz de fazer a gestão consciente desses recursos, auxiliando as escolas a utilizá-los da maneira correta.

Aumento da demanda de questões administrativas

Haja vista estar impossibilitados de realizar reuniões presenciais, a equipe administrativa e de professores de uma escola precisa se organizar de maneira adequada para trazer os melhores resultados em relação aos seus alunos, de modo que seja possível transmitir conhecimento e eles poderem entender esse conhecimento transmitido, mesmo que através de ferramentas tecnológicas.

Para medir o grau de aprendizado desses alunos, é necessário que os profissionais elaborem relatórios e outras demandas com maior frequência, criando uma rede integrada de informações entre os diversos setores que compõem o ensino. Portanto, temos que se torna ainda mais evidente a necessidade de uma empresa que faça a gestão escolar na pandemia, de modo a integrar todos esses sistemas e alcance resultados satisfatórios.

Rinaldo Câmara
Sócio-Diretor na LSC Administradora.
Atua há mais de 19 anos na administração de condomínios através de uma gestão estratégica e assertiva. Atua também como sindico profissional, administrando, gerenciando equipes e treinando profissionais da área.

Categorias: Escolas

LSC Guarulhos

                      R Antônio Rabello, 222
Edifício Giovanni Work Center
Vila Galvão
Guarulhos - SP

LSC São Paulo

Rua Vergueiro, 2087 -
1° andar - Cj. 101 - Vila Mariana
São Paulo - SP
Fone: (11)2475-3150

Contate-nos