ACESSE O SEU CONDOMÍNIO

Proteção contra Incêndios

Prevenção de incêndios é uma coisa que deve ser levada muito a sério dentro de uma empresa, prédio residencial e até mesmo dentro de uma casa. Neste artigo, iremos abordar as principais técnicas que podem ser utilizadas para ajudar nesse objetivo, falaremos o que a NR (Norma Regulamentadora) fala sobre o que deve ser feito para proteger contra incêndios, além de diversas outras coisas. Confira!

Sobre a NR 23:

As NRs são Normas Regulamentadoras que dispõem de regras para construção, segurança no trabalho e diversas outras áreas de interesse. Em específico sobre a NR 23, ela fala sobre as principais disposições para prevenção de incêndios, especialmente em empresas, listando o que deve ser feito para prevenir, proteger e até mesmo conter o fogo em situações de perigo.

De maneira geral, a NR 23 atua oferecendo as diretrizes que precisam ser adotadas por todos. Nesse contexto, tendo em vista que nem todos os projetos de prevenção de incêndios são iguais, além de regulamentar as atitudes que devem ser aplicadas por todas as empresas de modo geral, a NR 23 também traz informações específicas sobre situações, prédios e empresas específicas. Sendo assim, antes de aplicar essa norma, deve ser feito um estudo para saber as necessidades da empresa.

Como aplicar a NR 23 na prevenção de incêndios?

Com o objetivo de prevenção de incêndios, a NR 23 aborda as principais obrigações que uma empresa precisa seguir para que ela esteja de acordo com a norma. Por exemplo:

  • Todas as empresas precisam ter mecanismos para proteger contra incêndios;
  • As empresas devem ter saídas de emergência que possam retirar de dentro do prédio todas as pessoas de forma rápida e segura, caso ocorra algum incêndio;
  • Todas as empresas devem oferecer equipamento para combate de incêndio;
  • Deve existir funcionários treinados para operar o equipamento de combate a incêndio que a empresa dispõe;

O que fala a NR 23:

A NR 23 é uma Norma Regulamentadora muito longa que trata a respeito da prevenção de incêndios. Nesse contexto, conhecê-la a fundo é de extrema importância, tendo em vista que existem diversos pontos aos quais nós devemos ter atenção. Abaixo, te explicaremos os principais deles:

  1. Os caminhos que levam um funcionário até uma saída da empresa devem estar livres e desimpedidos. Basicamente, essa parte da norma diz que, tendo em vista que na hora de um incêndio as pessoas devem evacuar o prédio da maneira mais rápida o possível, ter muitos obstáculos entre o funcionário e a saída faz com que ele possa perder segundos preciosos na hora de se salvar. Nesse contexto, o corredor que é usado para evacuar o prédio não deve ser usada para armazenar coisas ou materiais;
  2. As saídas devem estar bem iluminadas e sinalizadas: imagine que durante um incêndio a luz do ambiente é cortada e não há sinalização indicando onde é a saída mais próxima. Nesse caso, muitas pessoas vão perder alguns segundos importantes tentando encontrar essas saídas. Para evitar isso, é muito importante que existam formas de encontrar todas as saídas do prédio mesmo quando não há energia elétrica para que as pessoas possam enxergar do outro lado. Nesse contexto, o ideal é o uso de sinalizadores que ficam previamente carregados, além de sinal indicando a saída com adesivos no chão e coisas do tipo;
  3. Além de um caminho desimpedido e de saídas sinalizadas e bem iluminadas, é muito importante que os funcionários da empresa recebam treinamento para lidar com situações de incêndio, pois saber o que fazer nessas horas pode salvar a vida de muita gente no escritório. Nesse contexto, é muito importante que os funcionários saibam o que a sirene significa, que eles conheçam qual é o protocolo de evacuação do prédio, que eles não entrem em pânico, que conheçam as responsabilidades de cada uma durante o ocorrido e que todo mundo consiga ouvir a sirene tocando;

Sobre o fogo:

Outro aspecto importante na hora de colocar a NR 23 em prática e apostar na prevenção de incêndios é no que diz respeito ao fogo. Isso porque cada tipo de incêndio requer cuidados específicos na hora de extinguir a chama. Sendo assim, é muito importante conhecer quais são os tipos de fogo que devem ser prevenidos. Basicamente, eles podem acontecer das seguintes classes:

  • Fogo de Classe “A”: é originado a partir de materiais que podem ser queimados facilmente, ou seja, que entram em combustão sem muito esforço. Por exemplo, papel, tecido, madeira e materiais semelhantes;
  • Fogo de Classe “B”: é originado a partir de materiais que queimam sem deixar resíduos, por exemplo, gasolina, tintas, verniz, graxa e óleo;
  • Fogo de Classe “C”: é originado a partir de materiais que queimam através de energia, por exemplo, fios, quadros, transformadores, motores e coisas do tipo;
  • Fogo de Classe “D”: é originado a partir de materiais como titânio, zircônio, magnésio e outros pirofóricos;

Sobre os cuidados ao implementar a NR 23:

Agora que você conhece um pouco sobre os principais aspectos abordados na NR 23 e quais são os tipos de fogos que devem ser combatidos, antes de implementar a NR no seu negócio é muito importante que você tome alguns cuidados. Por exemplo:

  1. Ao comprar um extintor para a sua empresa, assegure-se de que ele tem certificado do INMETRO, pois isso assegura que, quando você precisar dele, ele vai atender às suas necessidades;
  2. Para cada tipo de fogo, como visto anteriormente, existe uma categoria específica. Sendo assim, para apagar o fogo, é preciso usar o extintor que é correspondente a classe do fogo. Por exemplo:
  • Extintor espuma: apaga fogos A e B;
  • Extintor CO2: apaga fogos B e C (pode apagar A, desde que seja no início);
  • Extintor químico seco: apaga fogos B e C;
  • Extintor de água pressurizada: apaga fogos do tipo A;
  • Apagar fogo com abafamento (Por exemplo, usando balde de areia) pode ser uma técnica usada para apagar fogos dos tipos B e D;
  • Apagar fogo com abafamento (Por exemplo,com limalha feita com ferro fundido) pode ser uma técnica para apagar fogos D.

Rinaldo Câmara
Sócio-Diretor na LSC Administradora.
Atua há mais de 19 anos na administração de condomínios através de uma gestão estratégica e assertiva. Atua também como sindico profissional, administrando, gerenciando equipes e treinando profissionais da área.

Categorias: Condomínios

LSC Guarulhos

                      R Antônio Rabello, 222
Edifício Giovanni Work Center
Vila Galvão
Guarulhos - SP

LSC São Paulo

Rua Vergueiro, 2087 -
1° andar - Cj. 101 - Vila Mariana
São Paulo - SP
Fone: (11)2475-3150

Contate-nos