ACESSE O SEU CONDOMÍNIO

Problemas mais comuns nos condomínios em 2021

A convivência em sociedade não é algo fácil. Quando elevamos isso a um condomínio, temos que pode se tornar ainda mais difícil, haja vista a convivência conjunta entre centenas de pessoas, com diferentes conceitos, pontos de vista, valores, cultura e muito mais, fazendo surgir alguns problemas mais comuns nos condomínios, em especial, nos casos em que não existe nenhuma pessoa que esteja apta a realizar uma orientação imparcial e profissional a essas pessoas. Esses problemas podem se agravar ainda mais quando, segundo dados, os documentos regulamentadores são mal redigidos e cheios de erros.

Com isso, é possível verificar que, grande parte das pessoas que poderiam ser aptas a resolver os problemas mais comuns nos condomínios têm receio de abdicar para si essa função, bem como optam por não participar das assembleias, em que grande parte das pessoas apenas gritam umas com as outras, tentando intimidá-las. Esses são apenas alguns dos grandes desafios enfrentados nos condomínios. Nesse texto, falaremos sobre os principais problemas enfrentados no dia a dia de um síndico e dos moradores desse local. Fique agora com a nossa lista sobre os problemas mais comuns nos condomínios.

Atraso ou inadimplência no aluguel

Após a publicação do Código Civil de 2003, as multas por atraso no valor de 20% foram para 2%, o que acabou por estimular, de certa forma, a morosidade na hora de pagar o aluguel. Uma das soluções encontradas para resolver esse problema foi a alteração na convenção e posterior acréscimo de multas pesadas em relação a esse atraso, com juros que passam de 1% ao mês, ficando entre 4% a 8%.

Controle de acesso

O controle de acesso ao apartamento é essencial para manter a segurança. Por esse motivo, muitas pessoas procuram apartamentos fechados, é muito importante que os residentes se sintam seguros, promovam o bem-estar coletivo e mantenham o valor do apartamento. 

Este é um problema muito comum durante esta pandemia, afinal muitos edifícios não permitem que não residentes tenham acesso às áreas públicas e alguns inquilinos consideram que isso não deveria acontecer. Nesse caso, é importante fazer cumprir as regras e aplicá-las a todos. Além disso, educar os funcionários e instalar câmeras de vigilância também pode ajudar a resolver esse problema.

Problemas com as vagas de carro na garagem

Não é incomum que haja mal-entendidos devido a problemas na garagem, seja por arranhões, batidas ou até mesmo uso não autorizado do espaço de outras pessoas. Nesse caso, além da possibilidade de contratação de manobrista, o sistema de monitoramento é muito importante para identificar os eventos envolvidos naquele incidente, possibilitando que o condomínio contrate alguns manobristas ou redesenhe a vaga, fazendo com que haja uma redução nesses problemas.

Animais nas áreas comuns

Durante muito tempo, era proibida a presença de quaisquer animais em áreas comuns ou até mesmo no apartamento dos condôminos. No entanto, essa regra deixou de ser válida, independente do tamanho daquele animal. Nesses casos, existe a possibilidade de haver algumas reclamações por parte dos demais condôminos no que tange ao barulho, a sujeira ou até mesmo o receio de sofrer algum ataque por parte de animais que possuem uma característica de agressividade.

Diante disso, é importante que o síndico fale com o morador e estabeleça algumas regras em relação a esse animal, bem como o seu trânsito no condomínio, de modo a criar um ambiente de paz e tranquilidade, bem como evitando que os demais condôminos venham a reclamar da sua presença.

Vazamentos

Vazamentos são um problema bastante comum entre os condôminos e podem se tornar bastante incômodos se não forem devidamente resolvidos. Dessa forma, cabe ao síndico ficar atento a todas as manutenções, sejam elas preventivas ou corretivas, para cuidar do problema quanto antes, evitando assim maiores riscos ao condomínio, mantendo sempre um diálogo com os demais condôminos.

Prestação de contas

Aqui, temos outro assunto bastante complicado e que é um dos problemas mais comuns nos condomínios, que é a não prestação de conta por parte do síndico. Quando ele deixa de prestar contas, está na verdade impossibilitando que haja uma conferência de todos os balancetes, bem como da documentação, uma vez que o tempo nas assembleias é bastante reduzido, inviabilizando assim a conferência.

Utilização arbitrária dos fundos

Alguns síndicos fazem determinadas obras utilizando os fundos do condomínio de forma irregular, bem como inclui taxas e demais encargos sem qualquer tipo de autorização, seja da assembleia ou de quem o possa fazer. Com isso, ele age de má-fé, fazendo com que todos os demais condôminos sofram com esse tipo de atitude. Esse também é um dos problemas mais comuns nos condomínios e que acaba prejudicando muitas pessoas.

Educação e bom senso são capazes de resolver grande parte desses conflitos

A coexistência de apartamentos requer cada vez mais habilidades de administradores ou gerentes. Muitas pessoas que se mudam para apartamentos geralmente nascem e vivem em casas grandes por décadas, onde desfrutam de maior liberdade, espaço e privacidade. Portanto, eles não estão acostumados a viver com seus vizinhos, compartilhando áreas de lazer e espaços públicos.

As construtoras que buscam reduzir custos estão reduzindo cada vez mais o tamanho das unidades e quartos. O problema é que as paredes e pisos de muitos edifícios não são grossos, o que favorece a propagação do som, por isso é necessário ter mais cuidado ao utilizá-los para não incomodar os vizinhos.

Tendo em vista que a conduta anti-social pode ser multada em até 10 vezes o valor do condomínio pedida, recomenda-se que o convênio estipule a forma e os meios do processo de cobrança para que receba multa em juízo caso o infrator se negue pagar. No entanto, embora essa previsão de multas e outros encargos possam coibir a prática dessas condutas, temos que a maior parte delas poderia ser resolvida amigavelmente e por meio da educação e bom senso.

Portanto, ao invés de aplicar essas sanções, é ideal que o síndico fomente a conversa e a resolução de conflitos de forma educada, conscientizando aqueles moradores a ter bom senso e pensar nos demais que ali residem.

Rinaldo Câmara
Sócio-Diretor na LSC Administradora.
Atua há mais de 19 anos na administração de condomínios através de uma gestão estratégica e assertiva. Atua também como sindico profissional, administrando, gerenciando equipes e treinando profissionais da área.

Categorias: Condomínios

LSC Guarulhos

                      R Antônio Rabello, 222
Edifício Giovanni Work Center
Vila Galvão
Guarulhos - SP

LSC São Paulo

Rua Vergueiro, 2087 -
1° andar - Cj. 101 - Vila Mariana
São Paulo - SP
Fone: (11)2475-3150

Contate-nos