ACESSE O SEU CONDOMÍNIO

Política de boa vizinhança: confira dicas para viver bem

Essenciais para a convivência entre os moradores, a política de boa vizinhança é uma prática que exige a colaboração de todos. No entanto, para aplicação dessa política, é preciso também de uma iniciativa dos próprios responsáveis pelo condomínio.

Isto é, para garantir uma boa convivência, cada condomínio deve adotar regras em prol da harmonia entre os moradores. Mas como fazer para aplicar a política de boa vizinhança? Continue a leitura e entenda mais a prática!

Política de boa vizinhança: o que é?

Uma das melhores formas de aplicar a política de boa vizinhança é conhecendo mais sobre essa prática. Em resumo, ela nada mais é do que um conjunto de ações necessárias para uma boa convivência entre os moradores.

O respeito, diálogo e paciência são atitudes indispensáveis para quem mora em um condomínio. E para estimular esse tipo de ação, adotar políticas que incentivem os moradores é essencial.

Tudo começa pelo condomínio

Assim, a política de boa vizinhança começa pelos responsáveis pela administração do condomínio. Isto é, o segredo para fazer com que a convivência seja a melhor possível está na orientação aos moradores.

A política em si serve para regular questões de convívio, utilização dos imóveis e formas de solucionar problemas. Mas sem uma orientação correta, essa política acaba se restringindo apenas ao texto, sem se transformar em ações de fato.

Então como fazer para que a política de boa vizinhança seja uma realidade no condomínio?

Política de boa vizinhança: como colocar em prática?

Em geral, uma política de boa vizinhança deve estabelecer regras para que todos os moradores possam conviver bem no condomínio. Dessa forma, é essencial que as decisões sejam sempre tomadas em conjunto.

Além disso, é fundamental que se adote decisões que beneficiem sempre a coletividade em prol do individual. E orientar os moradores quanto a essa necessidade é o maior segredo dessa política.

Mas existem outros fatores bem importantes que vão ajudar o condomínio no estímulo à boa convivência entre vizinhos. Confira!

Estabelecendo regras

Em primeiro lugar, é essencial que o condomínio tenha regras claras e de conhecimento de todos os moradores. São regras que vão orientar sobre comportamentos nas áreas comuns do imóvel e dentro de casa.

As regras de convivência também auxiliam o condomínio a criar um melhor diálogo entre os moradores. É ela quem dita a base do bom relacionamento entre vizinhos, o que se aplica ainda na resolução de problemas.

Prezar pela conciliação

A solução de problemas através da conciliação, aliás, é outra das premissas da política de boa vizinhança. É normal que problemas entre moradores aconteçam por diferentes motivos.

Assim, em momentos com estes, é necessário ter paciência e bastante diálogo. A conciliação entre os moradores é a melhor forma de solucionar problemas com o objetivo que não voltem a acontecer.

Aqui, também é importante que se faça presente a figura do síndico, instruído pela administradora para exercer o papel de conciliador do condomínio. Ter regras claras na hora de conciliar os moradores também é indispensável. 

Rinaldo Câmara
Sócio-Diretor na LSC Administradora.
Atua há mais de 19 anos na administração de condomínios através de uma gestão estratégica e assertiva. Atua também como sindico profissional, administrando, gerenciando equipes e treinando profissionais da área.

Categorias: Condomínios

LSC Guarulhos

                      R Antônio Rabello, 222
Edifício Giovanni Work Center
Vila Galvão
Guarulhos - SP

LSC São Paulo

Rua Vergueiro, 2087 -
1° andar - Cj. 101 - Vila Mariana
São Paulo - SP
Fone: (11)2475-3150

Contate-nos