ACESSE O SEU CONDOMÍNIO

Limpeza de caixa d’água: entenda como é feita!

Questão importante para todo o condomínio, a limpeza de caixa d’água é um cuidado que beneficia todos os condôminos. Mas como essa limpeza é feita? E de quem é a responsabilidade na hora de contratar?

É comum que muitos síndicos assumam o cargo e não se atentem a todos os cuidados necessários para o bom convívio. Além da manutenção de equipamentos e áreas de convívio comum, a limpeza e a frequência com a qual é feita é outro ponto bem importante.

Sendo assim, saber como e quando fazer a limpeza da caixa d’água é bem importante. Entenda aqui como esse processo é feito!

Limpeza de caixa d’água: quando fazer?

Em primeiro lugar, um aspecto bem importante para se atentar quanto à limpeza de caixa d’água é a frequência. De acordo com a legislação, o prazo mínimo para o processo é de 6 em 6 meses.

Contudo, o período pode variar em razão de consertos na rede de água interna do condomínio. Esse período, por sua vez, é estabelecido por leis municipais.

Ou seja, é importante que o síndico e a administradora se atentem a esses prazos para contratar o serviço de limpeza.

E como é feita?

Mas como é feita a limpeza da caixa d’água? Em condomínios, é importante que o serviço seja agendado previamente, tendo em vista a necessidade de fechar os registros de água do imóvel.

Também é importante comunicar a todos os condôminos que a limpeza será feita. Assim, os moradores não serão pegos de surpresa em caso de falta d’água.

O processo de limpeza em si é bem simples. Logo após fechar o registro, as paredes e fundo do reservatório são higienizados. Em seguida, o registro é aberto novamente para o escoamento da água suja.

Limpeza de caixa d’água: entenda a importância

De responsabilidade de moradores, síndico e administradora, a limpeza de caixa d’água também é essencial para garantir a segurança.

O procedimento, quando feito dentro dos períodos corretos, traz diversos benefícios. Entenda mais sobre a importância em manter as caixas d’água limpas.

Risco de contaminação

Com a limpeza periódica correta das caixas d’água do condomínio, é possível garantir uma maior segurança para a saúde dos moradores.

Isto é, manter a rede de abastecimento higienizada evita contaminações decorrentes da falta de limpeza. É comum que bactérias e fungos possam se proliferar quando a higienização não é feita.

Além disso, a limpeza de caixa d’água também ajuda o condomínio a afastar pragas urbanas, como ratos, baratas e pombos.

Danos materiais

Ainda vale destacar que a limpeza de caixa d’água também ajuda na prevenção de danos materiais. O acúmulo de sujeira e detritos podem afetar encanamentos e outras partes do sistema de abastecimento.

Com o tempo, todos esses detritos criam uma crosta, de difícil remoção, e que afetam diretamente a estrutura da caixa d’água. Ou seja, fazer a limpeza periódica é garantir uma maior segurança e evitar danos materiais.

O ideal é que o condomínio estabeleça períodos de limpeza fixos, contratando uma empresa especializada para ficar responsável pelo serviço.

Rinaldo Câmara
Sócio-Diretor na LSC Administradora.
Atua há mais de 19 anos na administração de condomínios através de uma gestão estratégica e assertiva. Atua também como sindico profissional, administrando, gerenciando equipes e treinando profissionais da área.

Categorias: Condomínios

LSC Guarulhos

                      R Antônio Rabello, 222
Edifício Giovanni Work Center
Vila Galvão
Guarulhos - SP

LSC São Paulo

Rua Vergueiro, 2087 -
1° andar - Cj. 101 - Vila Mariana
São Paulo - SP
Fone: (11)2475-3150

Contate-nos