ACESSE O SEU CONDOMÍNIO

Cuidados com a segurança ao receber visitantes

Manter a segurança no condomínio é fundamental, disso todo mundo sabe. No entanto, apesar de cada vez mais residenciais investirem nela, não são raros os casos de bandidos que entram em prédios se passando por visitantes ou prestadores de serviços para praticar o mal. Sendo assim, é importante que o síndico, em parceria com condôminos, tome medidas enérgicas no cuidado com a segurança ao receber visitantes.

Nesse contexto, se você deseja saber mais sobre esse assunto ou tem interesse pelo assunto de segurança, então esse artigo pode te ajudar. Nele, iremos abordar diversos tópicos importantes, como qual é a importância de identificar os visitantes, dicas práticas que todos os condomínios deveriam adotar para melhorar a segurança interna, além de muitas outras coisas. Confira nos tópicos listados abaixo!

Por que é importante que os visitantes sejam identificados?

Como dito logo na introdução, a segurança de um prédio é de extrema importância e brechas existentes nela podem fazer com que os condôminos fiquem expostos a pessoas mal intencionadas ou até mesmo a pessoas que não estão dispostas a cumprir as regras do condomínio, o que pode acarretar em problemas na integridade física do espaço. Sendo assim, é importante que haja a identificação dos visitantes para que:

  • Evite que pessoas que não foram identificadas possam circular no condomínio;
  • Responsabilize o morador responsável pelo visitante (e o próprio visitante) pelo descumprimento de normas do condomínio, avarias, entre outras coisas;
  • Proiba que funcionários que foram demitidos possam circular pelo prédio sem autorização;
  • Controle o limite de horário permitido para que receba visitantes, visando diminuir o número de pessoas não autorizadas em circulação;
  • Para a própria segurança do prédio, evitando, assim, furtos, assaltos, conservar a integridade física do prédio e de seus moradores, entre outras coisas;

Existe alguma maneira de controlar a entrada de visitantes?

Sim, existe uma maneira de controlar a entrada de visitantes! E é muito importante adotar essas práticas de controle visando garantir a segurança dos moradores do prédio. Sendo assim, para te ajudar com isso, trouxemos algumas dicas que podem ser usadas para melhorar a segurança, a exemplo das que estão listadas abaixo:

  1. Treine os funcionários do condomínio: é muito importante ter uma equipe que saiba lidar com as mais diferentes situações e que esteja preparada, inclusive, para bater de frente com o condômino quando ele comprometer a segurança do prédio;
  2. Adote a tecnologia para complementar o trabalho dos funcionários: um sistema de câmeras é importante para identificar quem entra no prédio e o que é feito nas áreas comuns. Além disso, adotar a coleta de biometria, fornecer crachá para os visitantes, blindagem da guarita, entre outras coisas, pode facilitar a coerção de comportamentos que não são adequados;
  3. Mantenha registro de tudo o que acontecer: isso pode ajudar tanto na prevenção de comportamentos inadequados quanto na hora de encontrar de quem é a culpa;
  4. Exija que os condôminos participem ativamente da segurança do prédio: como diz respeito a segurança do prédio, é importante que cada indivíduo saiba qual é o seu papel na promoção dela, a exemplo de não fornecer as chaves do seu apartamento para alguém sem informar a portaria, entre outras coisas. Dessa forma, os indivíduos devem ter consciência do que podem e o que não pode fazer, além disso, devem ter consciência do que é obrigação de todos. Para promover esse tipo de comportamento, é interessante que haja conscientização dos moradores através de treinamentos;
  5. Não crie exceções para ninguém: é essencial que todos os moradores do prédio tenham consciência de que ninguém está acima da norma e, portanto, todos devem cumprir o que está determinado;
  6. Não procure consenso, procure segurança: nem todo mundo pode concordar com a adoção de uma medida de segurança não quer dizer que ela não deve ser adotada, basta a maioria concordar;
  7. Imponha regras rígidas para controle de Delivery e encomendas: para esse tipo de situação, o ideal é que os pacotes sejam entregues na portaria, seja diretamente para o dono (deve ser solicitado que o morador desça e receba o pacote em mãos) ou com o porteiro (caso o condômino não se encontre em casa);
  8. Imponha regras rígidas para controle de prestadores de serviços: como esse tipo de funcionário precisa entrar na unidade habitacional, é importante que seja solicitada, em primeiro lugar, que o morador libere a entrada dele na portaria. Além disso, é importante que esse prestador de serviço responda um questionário com informações pessoais e que o porteiro documente informações necessárias sobre indivíduo e exija, quando possível, que ele mostre crachá;
  9. Elabore um manual que possa ser usado pelos funcionários em caso de dúvida: Nele, deve conter informações como descrição dos funcionários, manual de como usar os equipamentos eletrônicos que servem, instruções sobre como lidar em situações atípicas ou emergenciais, números de telefone importantes, entre outras coisas;

Como agir durante a entrada de visitantes?

Para promover a segurança do condomínio, é importante que durante a visita de alguém, essa pessoa passe por um sistema de controle que seja capaz de guardar informações sobre essa pessoa para que se tenha maior controle de quem entra. Sendo assim, uma dica é que o sistema que permita a entrada de visitantes contenha os seguintes passos:

Passo 1: Identificação: o visitante se identifica com nome, para quem está interfonando e em qual apartamento;

Passo 2: Solicitação de acesso: o porteiro liga para o apartamento informado pelo visitante e confirma se a visita está sendo aguardada;

Passo 3: Liberação de acesso: nesse momento, o visitante deve fornecer informações para que seja realizado um cadastro de visitação em seu nome e só aí ele poderá circular pelo prédio;

Considerações finais

Controlar a entrada de visitantes é importante para a segurança em um condomínio, tendo em vista que pode evitar a ocorrência de assaltos, furtos, problemas que envolvam a integridade física do prédio, entre outras coisas. Portanto, é necessária a participação de todos, incluindo funcionários, síndico e condôminos, para adotar práticas que sirvam para essa finalidade. 

Rinaldo Câmara
Sócio-Diretor na LSC Administradora.
Atua há mais de 19 anos na administração de condomínios através de uma gestão estratégica e assertiva. Atua também como sindico profissional, administrando, gerenciando equipes e treinando profissionais da área.

Categorias: Condomínios Segurança

LSC Guarulhos

Av. Salgado Filho, 1549
Conj 12 e 13 - Jd. Maia
Guarulhos - SP

LSC São Paulo

Rua Vergueiro, 2087 -
1° andar - Cj. 101 - Vila Mariana
São Paulo - SP
Fone: (11)2475-3150