ACESSE O SEU CONDOMÍNIO

Como reduzir a evasão escolar

A Evasão escolar é quando o aluno deixa de frequentar a escola, perde o ano letivo e não retorna no ano seguinte, consequentemente, esses adolescentes e jovens adentram no mercado de trabalho e vida adulta sem concluir o ensino básico.  A Evasão escolar é um dos maiores problemas da educação brasileira, ficando em 3° lugar no ranking mundial de evasão escolar, segundo o Programa das Nações Unidas.

As causas da Evasão escolar são diversas e variadas, é necessário entender o contexto de cada estudante, pois pode ocorrer devido à falta de motivação e interesse pela escola, necessidade de entrar no mercado de trabalho, dificuldades ou transtornos de aprendizagem, localização distante da escola e dificuldade com o transporte, situações de saúde.

Qual a situação da Evasão escolar brasileira?

A Evasão escolar é um problema que afeta o sistema de ensino há um bom tempo. Antes da pandemia em 2019 a PNAD Contínua, pesquisa feita pelo IBGE apontou que em média 10,1 milhões das pessoas com idade de 14 a 29 anos não completou alguma etapa da educação básica. 

Passado um ano de pandemia o resultado se agravou, segundo a Unicef cerca de 1,38 milhões de pessoas com idade entre 6 e 17 anos deixaram a escola no ano de 2020, ultrapassando a média do ano de 2019.

Por que ocorre a Evasão escolar?

Muitos fatores podem levar o aluno a Evasão escolar, entre eles:

  • Falta de qualidade no ensino;
  • Trabalho infantil;
  • Acesso à escola dificultoso;
  • Problemas financeiros na família;
  • Desmotivação;
  • Ausência de supervisão dos pais;
  • Dificuldades de aprendizagem;
  • Falta de interesse nas aulas;
  • Falta de qualidade da escola;
  • Necessidade de trabalhar para auxiliar na renda mensal de casa;
  • Reprovação;
  • Baixo rendimento;
  • Gravidez na adolescência;
  • Bullying.

Devido à pandemia do covid-19 outro problema passou a causar a  Evasão escolar: a falta de acesso à internet. A PNAD 2019 apontou que 17,3% das residências brasileiras não tem acesso à internet.

A PNAD apontou também que 39% dos alunos de escolas públicas não tem computador em sua residência e 21% tem acesso à internet apenas pelo celular. Mas, devido à pandemia a maioria das escolas adotou o ensino remoto e isso dificultou para alunos que não possuem internet ou ferramentas adequadas para estudo e o resultado foi o aumento da Evasão escolar.

Consequências da evasão escolar 

Muitas são as consequências da Evasão escolar, incluindo:

  • O adulto que abandona a escola tem chances menores de conseguir um emprego ou receber salários maiores;
  • A autoestima dessa pessoa pode ser afetada;
  • A Evasão escolar afeta mais a população negra e periférica, consequentemente, esses grupos estão menos presentes em universidades, empresa ou espaços que possam diminuir desigualdades;
  • A longo prazo a evasão escolar aumenta o desemprego e precarização do trabalho, pois deixam os indivíduos despreparados para o mercado de trabalho.

Como reduzir a Evasão escolar:

Muitas ações podem reduzir a Evasão escolar, incluindo:

Aplicar políticas públicas de educação eficientes

Essas políticas devem incluir a promoção de acesso à internet e instrumentos, assim como medidas de segurança para que professores e alunos estejam seguros.

Conhecer os pontos fracos da escola

Medidas para reduzir a Evasão escolar só podem ser tomadas se os problemas que causam isso e estão ao alcance da escola forem identificados, como falta de infraestrutura física, falta de capacitação para os professores.

Avaliar a proposta e metodologia pedagógica

É importante avaliar a proposta e metodologia pedagógica para saber se os alunos estão absorvendo conteúdo, continuam interessados, se os conhecimentos podem ser aplicados na prática.

Promover intervenções pedagógicas

As intervenções pedagógicas são estratégias para que o aluno aprenda de forma diferenciada, de acordo com suas demandas e necessidades de aprendizagem.

As  intervenções pedagógicas podem ocorrer através do reforço escolar para que o aluno aprenda sobre matérias que está com dificuldades, tutoria online e aulas de revisão.

Capacitar os professores

É necessário realizar a capacitação dos professores, principalmente na pandemia, para que os mesmos saibam utilizar ferramentas digitais e promovam aulas mais interativas.

Possibilitar o protagonismo estudantil

O protagonismo estudantil é uma metodologia de aprendizagem ativa que coloca o aluno no centro da construção de aprendizagem, consequentemente aumentam a participação e interesse do aluno na escola, aulas e aprendizado. O protagonismo estudantil pode ocorrer através de trabalhos em grupo, atividades que envolvem resolução de problemas, atividades que estimulam o pensamento crítico.

Promover projetos interdisciplinares

Os projetos interdisciplinares possibilitam uma conexão entre teoria e aplicação na prática, o que é muito importante para que o aluno compreenda o assunto e sua importância. Além disso, engajam os estudantes e desenvolvem um ambiente de debate positivo, e assim há uma construção de conhecimento efetiva.

Utilizar a tecnologia

Utilizar a tecnologia a favor dos educadores é uma ótima estratégia, visto que podem canalizar e despertar a atenção e curiosidade dos alunos sobre matérias que os alunos possuem mais dificuldades, menos interesse e até mesmo para aumentar a participação e engajamento dos alunos nas aulas.

Conhecer a realidade do aluno

Conhecer a realidade do aluno, possibilita que a escola  invista e promova ações que gerem informação sobre a importância da educação, visto que em comunidades pobres a evasão escolar ocorre porque o jovem tem que ajudar na renda mensal e algumas jovens engravidam precocemente.

Assim a gestão escolar tem que acompanhar esse processo, para promover o debate e realizar ações que diminuam a evasão.

Acompanhar a frequência do estudante

Acompanhar a frequência do estudante possibilita que a escola identifique com quais alunos isso está acontecendo e como agir.  Através da chamada e contato com os familiares em casas de ausência do aluno na escola é possível acompanhar a frequência.

Se for identificado que o aluno está matando aula, punir não é a solução, pois afasta ainda o mesmo, e aumenta o problema. A solução é realizar o acompanhamento pedagógico e psicológico e assim identificar o que está causando o problema.

Diminuir a quantidade de alunos por classe

Salas de aula superlotadas resultam em um aproveitamento de conteúdo menor, pois como um educador acompanha 50 alunos simultaneamente?

Quanto maior o número de alunos, mais complicado é mensurar resultados, perceber quais alunos estão apresentando dificuldades, é mais difícil identificar e combater o bullying.

Busque ajuda 

Existem casos em que a Evasão escolar é causada por problemas familiares como a falta de dinheiro e por mais que a escola converse com a família e aluno, e demonstre a importância da educação, talvez só isso não possa resolver o problema.

Por isso, é importante que em casos assim a escola busque ajuda na assistência social, para que a família e aluno possam ser incluídos em políticas públicas que atendam essas necessidades.

Rinaldo Câmara
Sócio-Diretor na LSC Administradora.
Atua há mais de 19 anos na administração de condomínios através de uma gestão estratégica e assertiva. Atua também como sindico profissional, administrando, gerenciando equipes e treinando profissionais da área.

Categorias: Escolas

LSC Guarulhos

                      R Antônio Rabello, 222
Edifício Giovanni Work Center
Vila Galvão
Guarulhos - SP

LSC São Paulo

Rua Vergueiro, 2087 -
1° andar - Cj. 101 - Vila Mariana
São Paulo - SP
Fone: (11)2475-3150

Contate-nos