ACESSE O SEU CONDOMÍNIO

Portaria Virtual

A preocupação com a segurança nos dias de hoje é um dos fatores que mais preocupam a população brasileira, tendo em vista os inúmeros casos de crimes como roubo, violência sexual, assassinatos, etc. Considerando este cenário, a portaria virtual de condomínio é uma boa alternativa encontrada pelos síndicos para combater a insegurança. 

A adesão a uma portaria virtual também é muito importante para cortar custos, afinal não existe a necessidade de contratar um funcionário para controlar a entrada e saída dos moradores. Mas o que é uma portaria virtual? Quais as vantagens de aderir a essa modalidade de portaria? Descubra estas e outras informações ao longo deste artigo. 

O que é a portaria virtual?

A portaria virtual de condomínio é um tipo de equipamento capaz de substituir a mão-de-obra humana, tendo como principais objetivos cortar custos salariais com a manutenção de funcionários humanos ao mesmo tempo em que proporciona uma maior precisão no que diz respeito à segurança de prédios.

Todo o monitoramento do sistema de segurança é realizado remotamente, sendo a entrada dos moradores controlada através de um sistema de biometria ou por um cartão magnético. No caso dos visitantes existe aliado ao sistema a possibilidade de controlar o fluxo de pessoas que visitam os moradores, sendo todos os visitantes monitorados. 

Esse tipo de sistema de monitoramento pode ser utilizado tanto por empreendimentos de pequeno porte (onde geralmente os gastos com salários pesam um pouco mais) quanto para empreendimentos de grande porte (que podem necessitar de mais funcionários para trabalhar na portaria).  

Quanto custa a portaria virtual?

Evidentemente, para instalar uma portaria virtual é necessário que seja efetuado um investimento inicial, além de que a implementação do sistema também gera um custo mensal para implementar e monitorar o sistema. Dados dão conta de que o investimento pode ser de R$4.500,00 até R$7.000,00 mensais a depender das características do condomínio, como quantidade de torres e de moradores. 

Apesar do investimento parecer ser alto sobretudo para aqueles condomínios menores, especialistas informam que é possível que haja uma grande economia à longo prazo, com a redução, em alguns casos, de até R$100.000,00 num período de um ano. Vale salientar que essa economia também é repassada aos moradores, que podem ter reduções de até 50% no valor mensal na taxa de condomínio. 

Como funciona a portaria virtual ou remota em condomínios?

O funcionamento da portaria virtual ocorre de maneira totalmente remota e na central de monitoramento, onde apenas um funcionário é responsável por monitorar a entrada e saída de visitantes, fato que dispensa a presença de vários porteiros no condomínio. 

O sistema de controle identifica automaticamente a entrada e saída de moradores, evitando assim que possam ocorrer quaisquer inconvenientes. Já para os visitantes ou trabalhadores de serviços a serem desenvolvidos no condomínio é necessária uma autorização prévia que deve ser feita junto à central de monitoramento. Dessa forma a central interage para o morador e verifica a veracidade das informações prestadas, liberando, assim, a entrada do visitante. 

Pontos positivos de uma portaria virtual 

Além da economia com o pagamento da mão-de-obra, existem vários outros benefícios de se aderir ao sistema de portaria virtual de condomínio, como por exemplo a diminuição do risco do condomínio sofrer processos trabalhistas, evitar que a presença de um porteiro físico acabe atraindo criminosos que objetivem render o trabalhador e realizar o assalto, a inserção de mais equipamentos de segurança como as câmeras, o funcionamento da portaria durante 24 horas em todos os dias da semana, bem como outros benefícios. 

Pontos negativos de uma portaria virtual 

Dentre os pontos negativos encontrados nessa modalidade de segurança estão a possibilidade de ocorrência de falhas devido problemas no fornecimento de energia elétrica ou de internet, a dificuldade em receber encomendas já que será necessário que o morador esteja presente no local, a ausência de alguém na portaria para sanar possíveis dúvidas de moradores, além da necessidade de se realizar treinamentos para que todos os moradores possam utilizar o sistema da melhor forma possível. 

Quais equipamentos podem auxiliar a portaria virtual? 

Além do sistema de identificação através de biometria ou cartão magnético, é necessário que a instalação de uma portaria virtual esteja acompanhada da compra de outros equipamentos que são essenciais para o controle do fluxo de pessoas nos condomínios, como por exemplo um maior número de câmeras de segurança e uma boa conexão de internet, tendo em vista que as imagens transmitidas pelas câmeras deverão estar em tempo real. 

Esses equipamentos citados anteriormente também deverão ser alvo de manutenções preventivas para evitar que ocorram falhas na segurança, como por exemplo a troca de câmeras sempre que as instaladas apresentarem defeitos. 

Como aderir a portaria virtual? 

A troca do sistema de segurança em um condomínio deve ser feita com total transparência para os moradores para que sejam evitados possíveis problemas, como por exemplo a impossibilidade de um morador mais velho utilizar o sistema por não estar adaptado. 

O síndico deverá levar o assunto à assembleia dos moradores, onde será necessária a aprovação de pelo menos 50% de todos os afetados pela instalação da nova forma de monitorar a segurança. Após isso o síndico poderá realizar a contratação da empresa que oferecer o melhor custo benefício. 

Posso aplicar a portaria virtual em meu condomínio?

Se você acredita que uma portaria virtual seria ideal para o seu condomínio é muito importante que verifique a viabilidade de aplicação considerando algumas características, como por exemplo se existe apenas uma entrada no seu prédio, além de, no máximo, 60 apartamentos. Isso porque do ponto de vista logístico o sistema funciona bem melhor em edifícios com essas características. 

Moradores de condomínios maiores e com mais de uma entrada também podem desfrutar dessa tecnologia, entretanto os custos envolvidos na implementação do projeto são bem mais elevados, sendo necessário avaliar se os moradores poderão atingir o objetivo de economizar em comparação com o modelo de segurança tradicional. 

Agora que você já sabe de tudo a respeito da portaria remota, não perca mais tempo e analise agora mesmo se essa tecnologia pode proporcionar economia e segurança para os moradores de seu condomínio.  

Rinaldo Câmara
Sócio-Diretor na LSC Administradora.
Atua há mais de 19 anos na administração de condomínios através de uma gestão estratégica e assertiva. Atua também como sindico profissional, administrando, gerenciando equipes e treinando profissionais da área.

Categorias: Condomínios

LSC Guarulhos

                      R Antônio Rabello, 222
Edifício Giovanni Work Center
Vila Galvão
Guarulhos - SP

LSC São Paulo

Rua Vergueiro, 2087 -
1° andar - Cj. 101 - Vila Mariana
São Paulo - SP
Fone: (11)2475-3150

Contate-nos